• Ano Novo no Japão e Templos Budistas

    O Ano Novo é um dos principais feriados no Japão. Nele, além de comemorar-se a virada do ano, é um momento de purificação e agradecimento. Apenas o dia 1 de Janeiro é considerado feriado nacional, porém as pessoas costumam ser liberadas do trabalho até o dia 4 ou mais para descansarem. O comércio também fica fechado nesse período e há pouco movimento.

    No entanto os templos e santuários japoneses ficam lotados no Ano Novo. A primeira visita dos japoneses aos templos é um momento sagrado e ocorre na virada do ano. As principais atividades são de cunho religioso budista, com o propósito de limpar o espírito (os japoneses também unificam algumas tradições do xintoísmo, que convive com o budismo). À meia-noite, os sinos dos templos tocam 108 vezes: ao ouvir esses belos toques, pessoalmente ou mesmo pela TV, os japoneses se desapegam dos males e dos vícios.

    Então, já pensou experimentar passar o Ano Novo em um templo? Neste artigo selecionei alguns templos budistas, no Japão e também no Brasil, que merecem ser visitados algum dia: seja para passar o Ano Novo, meditar, ser um adepto do budismo ou se refugiar dos problemas e do stress.

    A Revista Akahon deseja a todos uma ótima virada de ano! 
    Akemashite Omedetou! (Feliz Ano Novo!)


    Templo de Três Coroas, Khadro Ling
    Localizado nos belos morros do Rio Grande do Sul, é considerado o primeiro templo tibetano tradicional da América Latina. Seu fundador, o lama S.Em.ª Chagdud Rinpoche, escolheu esse local pois lembrava os terrenos elevados do Tibete. O templo começou a ser construído em 1997 e é marcado pela arquitetura tibetana: o interior é ricamente decorado com pinturas e estátuas que vieram da Ásia.

    O templo faz parte de um complexo destinado aos ensinamentos da escola Nyingma, a escola mais antiga do budismo tibetano. Veja abaixo o vídeo de apresentação do templo budista Khadro Ling, e algumas fotos, ambos divulgados no site oficial.


    O templo visto por fora

    Interior do templo

    Toudaiji
    Um dos mais famosos templos do Japão, Toudaiji fica localizado na província de Nara. Seu nome significa "o grande templo do leste" e seu valor histórico é inestimável: em conjunto com outros monumentos da região, o templo é considerado um dos patrimônios mundiais pela UNESCO.

    Fundado no início do século 8, o templo já passou por várias restaurações devido a terremotos e incêndios. Há um museu que exibe peças resgatadas e maquetes de como era o templo antigamente. Ao redor encontram-se cervos, belos jardins com lagos, carpas e estátuas sagradas. Nele encontra-se a gigante estátua de Buda, que pesa cerca de 200 toneladas.

    A entrada no Ano Novo é gratuita, porém fica muito, muito, cheio nessa época. Abaixo estão algumas fotos retiradas da wikipedia:

    Daibutsuden: o salão de Buda

    Bonsyou: sino de bronze

    Jardim do Sul

    Templo Zu Lai
    Localizado em Cotia, São Paulo, o Templo Zu Lai pertence ao conjunto do Monastério Fo Guang Shan espalhados pelo mundo. Dedica-se ao ensinamento do budismo humanitário (Mahayana), aquele que incorpora os ensinamentos de buda ao cotidiano através da generosidade, compaixão, alegria e eqüanimidade em nosso benefício próprio, bem como no de outros.

    Sua arquitetura é baseada nos templos chineses, conta com belas estátuas espalhadas pela vasta área verde, sendo um ótimo lugar para meditar. O lugar também oferece atividades semanais como curso de chinês, meditação, culinária vegetariana, entre outros. Uma visão panorâmica do local pode ser vista neste site. Abaixo estão algumas fotos retiradas do próprio site do Templo Zu Lai.

    Entrada do templo

    Uma das várias esculturas espalhadas no templo

    Área verde e o lago local: nele há tartarugas
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

Akahon 2010 - 2016. Tecnologia do Blogger.